Projeto de lei, que não inclui vaquejada e rodeios, segue para a Câmara dos Deputados.

Segundo denúncia, animal teria sido morto por um segurança do supermercado; Carrefour afasta equipe para investigação