Maus-tratos em Hollywood: Lista de filmes que exploraram e abusaram de animais

20/01/17 - 19h00

Maus-tratos em Hollywood: Lista de filmes que exploraram e abusaram de animais Um cavalo foi morto no filme Jesse James | Foto: Divulgação

Os sets de filmagem são, muitas vezes, locais de tortura onde animais são maltratados, feridos e até mesmo mortos.

A repercussão sobre o caso do cão que foi maltratado durante as filmagens do filme “Quatro vidas de um cachorro” gerou indignação em ativistas, protetores e amantes dos animais por todo o mundo. Mas, não é segredo que várias produções de Hollywood exploram animais.

Os sets de filmagem são, muitas vezes, locais de tortura onde animais são maltratados, feridos e até mesmo mortos. Uma lista, compilada pelo programa de investigação “The Fifth Estate“, do Canadá, mostra como filmes históricos chegaram ao limite da crueldade ao explorar animais para entreter o público.

Produções de Hollywood que abusaram de animais 

Rat Killing - 1894

O filme, produzido pelos cineastas de Thomas Edison, mostra um cão, da raça Fox Terrier, dilacerando ratos.

Electrocuting an Elephant - 1903

Em mais uma obra de cineastas de Thomas Edison, um elefante é eletrocutado. A cena mostra a punição dada ao animal, chamado Topsy, que teria matado sua treinadora depois de ser alimentado com um cigarro aceso.

Tarzan of the Ape - 1918

O primeiro Tarzan de Hollywood, Elmo Lincoln, matou o leão real após asfixiar uma leoa. Na cena, o animal é esfaqueado até a morte e depois degolado. Muitos outros animais foram explorados pela produção do filme.

Ben Hur - 1925

Foto: Divulgação

Muitos cavalos foram mortos durante as filmagens de Ben Hur, em 1925. A maioria dos animais morreu durante a as gravações da corrida de carroças, uma cena clássica do filme.

The Silent Enemy - 1930

Foto: photobucket

Um leão da montanha e um urso são forçados a lutar. Os animais passaram vários dias presos em jaulas e sem receber qualquer alimento. Na cena, os animais disputam uma carcaça de veado.

Trader Horn - 1931

Leões foram deixados sem alimento para gravar uma cena onde perseguiam hienas, macacos e um veado. Os animais estavam presos em uma cerca para não conseguiram escapar. As filmagens foram feitas no México para evitar que o filme sofresse qualquer ação pelas leis de proteção dos animais.

The Charge of the Light Brigade - 1936

Cerca de 25 cavalos morreram durante as filmagens do filme. Durante a cena da batalha, a brutalidade chegou a chamar a atenção do congresso americano que, pela primeira vez, debateu a crueldade contra animais explorados em filmes.

Jesse James - 1939

O filme “Jesse James”, lançado em 1939, foi o responsável pela morte de um cavalo, atirado de um penhasco com mais de 20 metros em direção a um rio. A cena continua, como se o cavalo em questão tivesse sobrevivido à queda. A cena foi fundamental para que a American Humane Association começasse a supervisionar a segurança e o conforto dos animais utilizados em filmagens.

Apocalypse Now - 1979

Foto: Divulgação

Durante as filmagens, um boi foi cortado a meio. A cena retrata um ritual de sacrifício realizado por uma tribo.

Heaven’s Gate - 1980

Foto: Divulgação

Quatro cavalos foram mortos durante as filmagens de Heaven’s Gate. Um deles foi morto por explosivos, detonados entre suas patas.

Reds - 1981

Muitos cavalos foram atirados ao chão com violência durante a encenação de uma cena de corrida.

The Heart of the Stag - 1984

Um veado teve sua cabeça decepada após morrer de estresse durante as filmagens. A produção decidiu utilizar a cabeça para encenar a luta entre o ator e o animal para não prejudicar o desenvolvimento do filme.

Project X - 1988

Chimpanzés foram cruelmente abusados durante as filmagens de Project X. A American Humane Association chegou a iniciar uma investigação das denúncias, mas tudo foi interrompido sem um motivo aparente e antes de qualquer conclusão.

Rambo 3 - 1988

Foto: Divulgação

Fios foram usados para derrubar cavalos durante as cenas de corrida.

The Thirteenth Warrior - 1999

Dois cavalos foram feridos durante a produção do filme. Um dos cavalos foi morto depois de um fio ter cortado o tendão de uma das suas patas.

Manderlay - 2005

Um burro foi morto durante a filmagem de uma cena dramática. O ator John C Reilly chegou a abandonar o filme em protesto pelo assassinato do animal. Por fim, a cena foi retirada. Na época, Peter Aalbaek Jensen, da Zentropa Entertainments, chegou a reclamar da atitude do ator: “Sinceramente, tenho de sorrir ante esse problema ético de um ator, quando no mundo se matam centenas de milhões de animais por dia, sem que ninguém se comova”, declarou à AFP.

Flicka - 2006

Durante uma cena que registrava uma corrida de cavalos selvagens, um animal morreu pisoteado.

Fonte: ANDA