Causa animal vira pauta de vereadores na região do ABC Paulista

11/02/17 - 22h00

Causa animal vira pauta de vereadores na região do ABC Paulista Foto: Divulgação

Proibição das carroças e de gaiolas, vacinação, campanhas de proteção animal. A causa animal acabou virando uma das principais bandeiras de alguns dos vereadores da região do ABC.

Pery Cartola (PSDB, São Bernardo), Rautenberg Protetor (PRB, Santo André) e Fernando Rubinelli (PDT, Mauá) tentam emplacar seus projetos em meio à conturbada pauta das respectivas câmaras.

Os dois campeões de votos do ABC na eleição de 2016 defenderam esta bandeira. Pery Cartola (7.540 votos), atualmente presidente do Legislativo de São Bernardo, tenta o apoio para uma proposta do primeiro mandado (2013-2016) sobre o Hospital Veterinário Gratuito.

“Um dos meus projetos favoritos é do Hospital Veterinário Gratuito, que vou lutar para que possa sair até o fim do meu mandato ou até o fim da minha vida. Não é uma promessa de eleição, é um sonho de vida, de infância”, disse ele, que chegou a falar com o ex-prefeito Luiz Marinho (PT) sobre o assunto, mas não obteve êxito.

Além dos projetos no Legislativo, Cartola também promove as campanhas de vacinação. Em 2017, a primeira ação aconteceu no bairro Nova Petrópolis e em parceria com laboratórios e entidades ligadas à proteção animal.

Fim das carroças

O andreense Roberto Alves Rautenberg, o Rautenberg Protetor (7.863 votos), foi o autor da proposta que proíbe as carroças como forma de transporte de cargas no município. “Segundo dados que obtivemos junto à Gerência de Controle de Zoonoses, há cerca de 10 denúncias de maus-tratos por mês na cidade”, disse o vereador à época da votação.

A propositura foi aprovada dentro do Legislativo, porém acabou vetada pelo então prefeito Carlos Grana (PT). Na volta à Câmara, o veto foi derrubado pelos vereadores. Essa mesma proposta foi aprovada em São Bernardo, mas da mesmo forma acabou barrada pelo poder Executivo e o veto também foi extinto pelos parlamentares.

Nesta nova legislatura, o republicano tenta emplacar o projeto de lei que proíbe animais em gaiolas. “Como você pode manter um passarinho preso em uma gaiola e ainda assim chamá-lo de seu? Seu seria se ele estivesse livre e mesmo assim decidisse ficar com você. Deixar um pássaro na gaiola é a mesma coisa que prender uma pessoa sem ela ter cometido nenhum crime”, comparou o vereador de Santo André nas redes sociais.

Em Mauá, Fernando Rubinelli tenta emplacar as propostas do pai e ex-vereador Wagner Rubinelli (PT). A primeira é a criação do Conselho de Defesa Animal no município e a segunda é a proposta da proibição das carroças no município.

Fonte: Repórter Diário