Problemas articulares exigem atenção em dias frios

21/05/18 - 17h31

Problemas articulares exigem atenção em dias frios Foto: Divulgação

Os mais vulneráveis são os idosos ou os que têm artrite, artrose ou displasia coxo femural.

Assim como nos humanos, problemas articulares também costumam ser comuns em cães e gatos, trazendo dor e desconforto para os animais, especialmente em climas frios e úmidos como estamos vivenciando. Os mais vulneráveis são os idosos ou os que têm artrite, artrose ou displasia coxo femural.

Cães da raça pastor alemão e labrador têm maior predisposição às doenças articulares. Os sintomas costumam ser amenizados com sessões de fisioterapia, combinadas com o uso de suplementos que amenizam as dores e dão excelentes resultados.

No caso da artrite e artrose, apesar de também não haver como preveni-las, dependendo da gravidade e das estruturas ósseas afetadas, podem ser amenizadas. Entre as opções de tratamento está o uso de suplementos alimentares à base de condroitina e a glucosamina, especialmente em raças predispostas a essas doenças.

Para identificar o problema, o quanto antes, o tutor deve prestar atenção no comportamento do animal: claudicação (mancar), dificuldades de brincar e se levantar. O animal fica apático (abatido) e perde o apetite, sendo que, nos dias frios, os sintomas ficam mais evidentes.

Também é importante ter cuidado especial com o local onde os pets dormem, até mesmo para os animais que não sofrem de problemas articulares é recomendável manter a área de dormir o mais agradável e aconchegante possível, com cobertores e uma cama confortável. Outro cuidado que deve ser tomado é em relação ao piso do local em que o animal costuma transitar. O chão muito frio favorece o aparecimento das dores, além de dificultar a adesão das patas ao caminhar, piorando o quadro do cão .

No caso de animais idosos com algum problema articular é desaconselhável que eles fiquem fora de casa, especialmente nas noites mais frias . Com o acompanhamento veterinário adequado aliado a essas medidas simples é possível que mesmo doentes os animais vivam com mais qualidade de vida.

Fonte: ClicRBS